Hortaliças e Orgânicos

Como funciona?

O cultivo orgânico das hortaliças é uma técnica de produção de alimentos, que busca manter e até mesmo aumentar os teores de matéria orgânica no solo para só depois plantá-lo. Quando temos e trabalhamos com maiores teores de matéria orgânica, os microrganismos mantêm sua fertilidade e integridade do solo, permitindo um cultivo saudável e ecológico de alimentos.

O cultivo orgânico de hortaliças respeita o meio ambiente, e, é claro, a saúde das pessoas. Mas vamos começar a entender desde o princípio? Para começo de conversa, as hortaliças são plantas folhosas, raízes, tubérculos que são consumidos diariamente pela população. Segundo a engenheira agrônoma Adriane Sokoloski, “todas as hortaliças são produzidas por meio de sementes e possuem um ciclo curto, muito rápido, devendo ser consumidas imediatamente após a colheita”.

O processo da produção orgânica das hortaliças, assim como tantas outras atividades dentro a engenharia agrônoma, possui um processo. Inicialmente é preciso adquirir as sementes, híbridas ou melhoradas geneticamente, que sejam bem produtivas. Logo após, são feitas as semeaduras em bandejas de isopor, onde as sementes permanecem por 30 dias crescendo. “Após esse período a hortaliça segue para o campo, ficando entre 60 a 90 dias em fase de crescimento para que o ciclo seja terminado”, afirma Sokoloski. Após a colheita, a hortaliça precisa ir imediatamente para o consumo, já que são altamente perecíveis.

É imprescindível que as pessoas entendam que, para se ter um cultivo orgânico, não basta produzir apenas uma hortaliça com esse processo. “Para você produzir de forma orgânica, você precisa ter toda sua propriedade orgânica. Não pode ser utilizado nenhum tipo de herbicida, inseticida, adubo nitrogenado. Naquela propriedade você passa a produzir todas as culturas de forma orgânica”, explica Sokoloski.

O sucesso do cultivo orgânico das hortaliças tem início em uma análise de solo. Tanto no convencional como no orgânico, é necessário tomar certas precauções para o cultivo. “O solo precisa ser adubado, é preciso adquirir sementes de boa procedência e com potencial genético bastante produtivo. A água é outro fator de extrema importância”, afirma Sokoloski. O clima também deve ser respeitado na hora do cultivo, já que existem plantas que devem ser cultivadas no inverno e plantas cultivadas no verão.

Adriana Sokoloski nos conta quais são as hortaliças de inverno e de verão:

• Culturas de inverno: repolho, brócolis, couve-flor, beterraba. As folhosas de modo geral: alface, chicória, almeirão, couve. Temos também a ervilha, o alho, a cebola, o morango.

• Culturas de verão: abobrinha, abóbora, tomate, pimentão, vagem.
É preciso atentar aos detalhes de época de plantio para que se tenha o sucesso do cultivo da hortaliça.

Segundo Adriana, existem alguns produtos que são liberados na agricultura orgânica que podem ser utilizados, porém em uma quantidade moderada. “Quando o cobre é utilizado de forma exagerada, acarreta em prejuízos para o cultivo: a planta não cresce, não produz a contento”, afirma.

Entrevistada: Adriane Sokoloski

CREA-PR 36087 2